ACESSO RÁPIDO

Graduação
Pós-Graduação

Lorena encena musical "O Mambembe Cigano" Destaque

Peça é adaptação da obra de Arthur Azevedo, um dos grandes comediógrafos do teatro brasileiro

Comemorando o terceiro aniversário do Teatro Teresa D’Ávila, em Lorena, a UNIFATEA Companhia de Teatro traz à cena a comédia musical "O Mambembe Cigano", de Arthur Azevedo. Com adaptação e direção de Caio de Andrade, a peça traz 26 atores de Lorena e região ao palco, em dois dias de apresentações: 18 e 19 de março (sábado e domingo), às 20h.

Escrita e estreada em 1904, coloca em cena uma companhia teatral que viaja pelo interior do Estado do Rio de Janeiro, enfrentando todo tipo de dificuldade para realizar seus espetáculos e atrair o público.

Na montagem de Caio de Andrade, o mundo dos ciganos emoldura os elementos cenográficos, os figurinos e a música, colocando os "gitanos" como arautos e porta-vozes dos nômades, andarilhos e aventureiros. Com isso, o espetáculo ganha características do gênero burleta, pois traz traços de operetas, revista de ano e comédia de costumes.

Canções inéditas feitas pelo jovem compositor Rafael Diniz trazem música ao vivo cantadas por um elenco de atores-cantores, acompanhados de uma banda.

A peça já recebeu muitas montagens de sucesso. Destaque para o premiadíssimo espetáculo de 1959, realizada no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, com Fernanda Montenegro, Sergio Britto, Fernando Torres e grande elenco.

Comediógrafos Brasileiros

A peça é a terceira da trilogia "Comediógrafos Brasileiros". Eles deram a base que resulta no modo brasileiro de fazer comédia. Desde meados do século 19, quando os espetáculos consagrados eram importados da Europa, Arthur AzevedoFrança Junior e Martins Pena levaram o Brasil à cena, com personagens nacionais, nosso cotidiano, a prosódia, as questões políticas, o panorama econômico e a fragilidade das instituições que passavam por grandes modificações. Tudo isso começa a aparecer nos palcos através do trabalho desses três grandes dramaturgos.

"As Doutoras", de França Junior, e "O Juiz de Paz na Roca", de Martins Pena, foram apresentados no final de 2016 pela Companhia de Jovens Atores do UNIFATEA e Instituto Santa Teresa.

A Equipe

Adaptação e Direção: Caio de Andrade

Composições Inéditas e Direção Musical: Rafael Diniz

Co-Direção Musical e Preparação Vocal: Thamy Quintanilha

Cenário: Polyana Zappa

Figurino: Karine Andrade

Iluminação: Yago Santtos

Sonorização: Tuti Soares

Preparação Corporal: Dieine Moraes

Assistente de Direção: Ana Cecília Menezes

Programação Visua: André Marthins

Fotografia: Beatriz Villela

 Bilheteira: Ronei Euzebio

Direção de Produção: Teatro Teresa D’Ávila

Serviço: "O Mambembe Cigano"

Datas:  18 de março (sábado), às 20h. 

            19 de março (domingo), às 20h.

Local: Teatro Teresa D´Ávila - Unifatea: av. Dr. Peixoto de Castro, 539 - Vila Celeste, Lorena.

Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores da Rede Pública de ensino e professores e funcionários do UNIFATEA/IST).

Bilheteria: de 2ª à 6ª, das 15h às 19h (12) 2124-2922 ou pelo site: www.aloingressos.com.br