Menu fechado

Reitor UNIFATEA ministra palestra em Congresso Internacional, em ROMA

Alterar a linguagem, diminuir o ritmo, planejar o futuro junto com os jovens;

Em 23 de setembro de 2018, foi concluído, em Roma (Itália) o Congresso Internacional “Juventude e escolhas de vida: perspectivas educacionais”. “As escolhas que um jovem faz não são um cardápio. Quando escolhemos, escolhemos nossa liberdade”.

O reitor do UNIFATEA, Dr. Wellington de Oliveira, participou com uma palestra sobre a experiência da universidade com o Projeto Convivência Social, que busca potencializar ações já desenvolvidas pelo Núcleo de Extensão do Centro Universitário Teresa D’Ávila- UNIFATEA.

“O projeto orienta-se por eixos que  visam a contribuir para formação da identidade das jovens, através de um processo em que elas possam visualizar suas reais potencialidades e limitações, ameaças e oportunidades”, ressalta Prof. Dr. Wellington de Oliveira.

As conclusões da manhã de domingo, 23 de setembro, foram confiadas ao prof. Andrea Bozzolo, da Faculdade de Teologia da Universidade Pontifícia Salesiana de Turim.

“A juventude não é apenas uma idade pessoal, mas um desafio antropológico e teológico de identidade”, ressaltou Bozzolo, o qual concentrou-se nas escolhas irrevogáveis ​​que são disputadas entre euforia e dúvida.

“Mas como você pode cometer para a vida, a prometer?” É precisamente as palavras do Papa Francis para vir em nosso auxílio: “Pergunte a si mesmo por quem você é”, só assim a vocação leva as características originais de uma “graça, uma missão e nossos irmãos nos deixarão descobrir o que é a liberdade “.

Professor Cocoon sugere renovar a linguagem com a qual a Igreja fala aos jovens a envolverem-se e recuperar os ensinamentos de Dom Bosco e Madre Mazzarello que mostravam imensos horizontes para seus filhos, mesmo nas pequenas escolhas.

Decano da Pontifícia Faculdade de Ciências da Educação AuxiliumIrmã Pina Del Core, enfatizou os desafios abertos pelo Congresso. Do ponto de vista educacional, Del Core enfatizou a necessidade de ajudar os jovens nos processos de tomada de decisão, nas escolhas vocacionais entre liberdade e projeto pessoal. A tomada de decisão e os processos decisórios constituem, portanto, “o novo campo de batalha em que os projetos profissionais e vocacionais são desempenhados”. Além disso, o mundo digital e as novas tecnologias de comunicação nos levam a repensar os grandes temas, como liberdade, educação, escolha; educar para a escolha tem a ver também inevitavelmente com “a aceitação do mistério que acompanha cada decisão, porque implica sempre uma entrega arriscada de si mesmo, uma confiança em algo ou em alguém”.

Do ponto de vista pastoral, é importante cuidar da formação de educadores, formadores, incluindo os pais “porque eles aprendem o discernimento como um estilo permanente de viver e educar”. Somente com um diálogo autêntico e frutífero entre as ciências humanas, as ciências da educação e as ciências teológicas produzirão “uma visão integral dos caminhos do acompanhamento e do discernimento vocacional”.

Os agradecimentos finais são confiados ao Reitor Magnífico Prof. Don Mauro Mantovani. “Um agradecimento especial vai para o Departamento de Ministério dos Salesianos da Juventude e do ATO para Ministério das Filhas de Maria Auxiliadora Juventude, aos Conselheiros, a Madre Yvonne Reungoat, o Comitê do Congresso Científico e Organizador, para os apresentadores, os jovens tradutores recém-formados Universidade La Sapienza de Roma, patrocinadores e patrocínio, benfeitores, especialmente a Fundação Malizia, da vice-Província Salesiana, os meninos da Universidade de cobertura de vídeo foto Andrea Petralia, Jacopo Balliana, Lia Maria Palmieri, os escritórios de comunicação UPS ea Auxilium Faculdade, diretor técnico do aparelho, mas especialmente para os jovens voluntários, estudantes, alunos, cooperadores salesianos e amigos das nossas instituições que têm dado tempo e energia para o sucesso do evento.

Nas notas da canção “Dom Bosco Pai Mestre e Amigo” e com um inevitável final selfie, a assinatura distintiva da cultura de hoje, o Congresso Internacional termina JUVENTUDE E ESCOLHAS DA VIDA: PERSPECTIVAS EDUCACIONAIS.

“Somos Igreja, somos família, somos para os jovens e esta é precisamente a nossa missão”.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: