Menu fechado

Empreendedorismo cresce e população feminina avança na atividade dos negócios

Por Daniel Correa – 4º ano do curso de Jornalismo

O empreendedorismo é criação e imaginação, fundamentado no desenvolvimento de novos produtos e técnicas. Esse ato de empreender está ligado a capacidade de ter autonomia aliada nas competências, profissionais e pessoais, na criação de algo inovador e que irá representar valores. De acordo com uma pesquisa feita em 2018, pela GEM (Global Entrepreneurship Monitor) com parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), o Brasil tem cerca de 52 milhões de brasileiros envolvidos em alguma atividade empreendedora.

Para ser um empreendedor de sucesso, de acordo com a metodologia da EMPRETEC, metodologia criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), há 10 características que podem contribuir para o desenvolvimento das habilidades, como: iniciativa, persistência, planejamento, eficiência, comprometimento, envolvimento pessoal, propósitos mensuráveis, monitoramentos sistemáticos, rede de contatos e autoconfiança.

Características que fizeram as mulheres ganhar destaque no mercado empreendedor, é o que aponta o estudo da União de Gestão Estratégica do Sebrae Nacional, sobre Empreendedorismo Feminino no Brasil, de março de 2019.

No relatório, o Brasil teve a 7ª maior proporção de mulheres nos Empreendedores Iniciais (em 49 países). Em 2017, foi a 3ª maior, em 2018.

Para conhecer melhor a atuação do perfil e saber de suas áreas, o estagiário do curso de Jornalismo, Daniel Correa, entrevistou a Presidente do Conselho da Mulher Empreendedora de Guaratinguetá/SP (CMEG), Augusta Vieira.

Qual o principal conceito do empreendedorismo feminino?

A definição de empreendedorismo vem se modificando ao logo do tempo, e hoje pode ser interpretada como inovação, transformação da sociedade, riscos e criação de riqueza para o desenvolvimento de novos negócios.
Quanto ao empreendedorismo feminino, é necessária uma análise mais criteriosa devido às diferenças estruturais entre os sexos, bem como as questões sociais, culturais, emocionais, entre outras. As mulheres empreendedoras tendem a trazer para a sua atividade profissional a sensibilidade, intuição, o cuidado e a capacidade de ser multi-tarefas, características próprias do feminino.

Como esse empreendedorismo atua no mercado?

Ao longo dos anos, a mulher mostrou uma maneira diferente de se destacar no mercado de trabalho, através de sua força, habilidade e competência na rotina e enfrentamento dos desafios. Essa mudança de paradigma é impulsionada a partir da década de 70, em plena expansão econômica, urbana e industrial, trazendo por outro lado, fatores negativos como carga horária excessiva e baixo salário (cerca de 60% abaixo dos homens). A atuação do empreendedorismo feminino, é marcada pelos desafios que a mulher enfrentou para a sua inserção no mercado de trabalho e pelas características próprias do feminino.


Quais os benefícios encontrados nessa perspectiva?

Na grande maioria das vezes, para as mulheres, a satisfação pessoal tem um peso mais significativo que a questão salarial. Para elas o que fala mais alto é saber da sua força, da sua independência, sua autonomia e o desempenho do seu papel na sociedade. As barreiras sociais estão sendo gradativamente rompidas. A mulher ainda enfrenta obstáculos e desafios, em contraste com a figura masculina que detém mais facilidades e benefícios.

Quem são as principais beneficiadas?

Sem dúvida nenhuma a sociedade de maneira geral, a própria empreendedora, protagonista da sua história e principalmente as novas gerações que com certeza terão um olhar voltado para o coletivo e o respeito à diversidade.

Qual a mensagem que o empreendedorismo pode passar?

Ao se apropriar de suas características (cuidado, sensibilidade, intuição, versatilidade e força), a mulher tem capacidade de inovar, transformar e crescer. Isso não quer dizer que as mulheres são melhores que os homens, e sim uma forma diferente de trabalhar.

Em meio a tantas conquistas, o que o empreendedorismo feminino pode conquistar com as mulheres que estão iniciando no mercado?

É visível o destaque da mulher no mundo dos negócios, porém há um longo caminho a ser percorrido. Uma coisa é certa: foco, disciplina, objetivo, determinação e capacitação são requisitos fundamentais nessa jornada.
Essas combinações, aliadas ao olhar feminino podem fazer a diferença no mundo dos negócios.

Saiba mais sobre nosso curso de Administração: https://unifatea.edu.br/bacharelado/administracao/

Vestibular 2020, inscrições abertas: https://unifatea.edu.br/vestibular/

UNIFATEA, confiáveis como sempre, inovadores como nunca!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: