Menu fechado

Artigo de ex-alunos do Mestrado de Design, Tecnologia e Inovação é aprovado em revista cientifica

Foi aprovado o artigo desenvolvido pelos ex-alunos do curso de Mestrado em Design, Tecnologia e Inovação do UNIFATEA na Revista dos Encontros Internacionais, Ergotrip Design. Os Mestres Marcos Augusto da Silva Bento, Anderson Henrique Solcia e Profa. Dra. Katia Cristina Cota Mantovani, foram orientados pelo Prof. Dr. Rosinei Batista Ribeiro a publicar o trabalho “Avaliação da percepção de pessoa com deficiência visual, em um Instituição de Ensino sobre a aplicação da ferramenta PERMATUS em pisos de diferentes materiais”.

O artigo foi submetido e será publicado na Edição número 5 (2021) da Revista dos Encontros Internacionais de Estudos Luso-Brasileiros em Design e Ergonomia que está neste momento a desenvolver todos os esforços no sentido de ser indexada às principais bibliotecas científicas internacionais, sendo já considerada como REVISTA NÍVEL A na avaliação do corpo docente da Universidade de Aveiro – DeCA · Universidade de Aveiro, PCI – Creative Science Park · Aveiro Region ID+. Institute for Design, Media and Culture- Portugal. A Ergotrip Design é uma revista de publicação online, multi-disciplinar na área do design, sujeita a uma avaliação/revisão por pares em sistema de double-blind review.

O ex-aluno Marcos Augusto é deficiente visual e afirma que há uma necessidade na área de Design de se ouvir as necessidades do usuário, principalmente se for uma produção ao deficiente. A acessibilidade deve ser pautada a partir desse feedback e não a ação de se colocar no lugar do outro. “Nós precisamos ouvir o usuário. O artigo vem traz para nós uma informação da necessidade de ouvir a pessoa que usa aquele objeto e quais os significados que tem para ele o uso daquele objeto nas mais diversas áreas, físicas, emocionais ou psicológicas. […]será que estamos realmente atendendo as necessidades dos deficientes visuais? Estou falando como deficiente e não alguém que se coloca no meu lugar. ”, afirma.

Esse tipo de iniciativa deve ser celebrada não apenas pela universidade, mas pela sociedade, que avança cada vez mais na reflexão e na acessibilidade para todos as pessoas que necessitam de uma acessibilidade. “Me traz uma tranquilidade poder estar discutindo sobre esse assunto principalmente, junto com a universidade. Essa é a importância da universidade. ”, complementa Marcos.

Se você se interessou pelo conteúdo abordado na Ergotrip, clique aqui e saiba mais. Lembrando que as inscrições para o Mestrado em Design, Tecnologia e Inovação estão abertas, inscreva-se.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Traduzir
%d blogueiros gostam disto: