Menu fechado

Conheça a história da família beneficiada na 7ª edição do Projeto Casa Real UNIFATEA

Os alunos do 8° período do curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário Teresa D’Ávila – UNIFATEA promoveram 7ª edição do Projeto Casa Real, que oferece moradia digna, capacitação de trabalho e educação para famílias de baixa renda no município de Lorena/SP.

Neste ano de 2021, aniversário de 10 anos do Casa Real, a ação contemplará a família do Sr. Eduardo Américo e da Sra. Geralda Dias, que moram no bairro Parque das Rodovias. Os dois acolhem atualmente em sua residência suas quatro filhas: Maria Eduarda, de 21 anos; Letícia, de 18; Andriele, de 15; Lidiele, de 14; e a neta de dois anos, Emily, filha da primogênita do casal.

O Sr. Eduardo costumava trabalhar como servente de pedreiro e já trabalhou em diversas obras, mas após um acidente, na qual perdeu um pedaço do osso e da cartilagem do joelho, foi obrigado a se afastar do serviço. Hoje é catador de materiais recicláveis e é o responsável por toda a economia da família. Maria Eduarda faz bico como faxineira, mas conta que é difícil conciliar seu tempo cuidando de sua filha e ajudando em casa, já que sua mãe possuí algumas dificuldade para a locomoção.

Eduarda relata, que foi um sonho realizado e uma grande surpresa para ela e toda sua família ter o lar reformado pelo Projeto Casa Real. Eles moram lá faz cinco anos e a casa nunca havia sido reformada antes. A moradia foi um presente de seu avô e segundo ela, se não fosse ele, provavelmente eles estariam morando na rua, já que moravam de favor na residência de outras pessoas antes de ter a própria casa.

Maria Eduarda conheceu a Profa. Me. Rosana Montemor, responsável pelo Projeto de Extensão Universitária do UNIFATEA, no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), quando foi pedir uma cesta básica, que alimenta a família inteira. Rosana ficou comovida com a história de Eduarda e apresentou o caso ao Coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo, Pro. Dr. José Ricardo Faria, que junto aos seus alunos decidiram por contemplar a família do Sr. Eduardo com o Projeto.

A residência é muito simples e está muito comprometida, tem apenas dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Quando chove, a casa fica toda alagada. Nos quartos, os moradores dormem em colchões sem roupa de cama, o banheiro é a área mais danificada, o piso está deteriorado e é usado uma cortina como porta.

O aluno Gabriel Henrique Rangel, do 8° período de Arquitetura e Urbanismo, é quem está responsável pelo projeto e documentação da Casa Real. O aluno conta que além do ato humanitário e da boa sensação de ajudar e fazer parte de um projeto social, o Casa Real beneficia na experiência profissional, principalmente, por estar vivenciando e participando de tarefas e funções relacionadas a profissão de Arquiteto e Urbanista. “Poder vivenciar tudo isso contribui não só socialmente, ajudando uma família que está necessitando de apoio e intervenções na sua casa, mas também principalmente por estar servindo como um preparo do que vá ser corriqueiro no meu dia a dia”, conta o aluno.

Durante a pandemia da Covid-19, devido as recomendações sanitárias, o projeto precisou ser revisto. Segundo Gabriel, durante a pandemia o grupo procurou ao máximo encontrar meios para que fosse possível realizar as funções. “Uma das formas que encontramos foi pedir que a família nos enviasse fotos da casa e as demais informações pelo WhatsApp. E as reuniões, sejam do grupo de projeto e documentação, quanto com os demais grupos juntamente com o coordenador José Ricardo, foram feitas pela plataforma Microsoft Teams”, conta o aluno.

A realização do Projeto só é possível com a arrecadação de fundos, que podem ser feitas via Pix (chave: mktcasareal2019@gmail.com), pela vaquinha online no Abacashi ou compra de uma rifa no valor de 5,00 reais. Você também pode ajudar doando móveis ou materiais de construção, entrando em contato com algum aluno ou pela página oficial do projeto no Instagram. Ajuda com a mão de obra voluntária também é bem-vinda.

 

O PROJETO

O Casa Real é um projeto extracurricular do UNIFATEA em parceria com o EM- Escritório Modelo, criado em 2011 para o curso de Arquitetura e Urbanismo. Os alunos desenvolvem projetos práticos sem fins lucrativos com seus professores e com o apoio e colaboração de voluntários, empresários e por meio de doações conseguem levar infraestrutura básica para famílias carentes. O Projeto Casa Real foi responsável por reformar diversas instituições e casas, como, o Abrigo de Idosos Maria de Nazareth, o CADEVI- Centro de Atendimento ao Deficiente Visual de Lorena, o Lar de Longa Permanência Vila Vicentina da Sagrada Família e muito mais. Segundo a aluna Luiza Esteves, do 8° período de Arquitetura e Urbanismo, “é uma experiência muito satisfatória, pois estamos tendo a chance de renovar as esperanças de uma família”.

Com o apoio do NEXT e com o acompanhamento da professora Rosana Montemor, foram analisadas as condições de várias famílias da cidade que poderiam ser contempladas com o programa.

Rosana diz que “a extensão universitária tem o propósito de levar os alunos para transferir conhecimento e transformar vidas”.

 

Clique aqui e contribua com o Projeto Casa Real.

Saiba mais sobre o curso de Arquitetura e Urbanismo!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Traduzir
%d blogueiros gostam disto: