Menu fechado

UNIFATEA recebe Marta Mulhule e grupo Jongo de Piquete em celebração do dia das mulheres

Apresentações realizadas encantaram e conscientizaram o público para causas sociais, valorização de oportunidades e novos sentidos para sonhar.

 

Aconteceu, na noite da última quarta-feira, 09, no Centro Universitário Teresa D’Ávila, um evento em comemoração ao Dia Internacional das Mulheres. Além das apresentações artísticas do grupo Jongo, de Piquete, a universidade recebeu a moçambicana Marta Mulhule, com a palestra “Os Três Sonhos de Uma Mulher Empreendedora”.

Liderado pelo professor Gil, da Rede Municipal de Piquete, as apresentações do grupo Jongo foram marcadas por críticas relacionadas ao racismo, machismo e a falha no sistema educacional do país, bem como a desigualdade social. Por meio da dança de roda de origem africana, acompanhada de tambores, os artistas trouxeram alegria e conhecimento, evidenciando tamanha riqueza da cultura em questão.

Cultura essa, que foi muito bem representada pela palestrante Marta Mulhule, que nos primeiros minutos em palco relembrou que a África é muito além daquilo que algumas pessoas podem ter em mente. A moçambicana trouxe para o público uma perspectiva de um empreendedorismo que não envolve dinheiro, mas sim, que toca pessoas e que faz as sonhar mesmo diante das dificuldades.

Marta nasceu e cresceu no continente africano abaixo da linha da pobreza, se mudou para o Brasil e hoje conduz um projeto que alimenta crianças carentes de Moçambique em parceria com a instituição MBM Foundation. Seu relato emocionou o público, conscientizou sobre a desigualdade social e como é preciso que cada pessoa lute por sua missão, legado e identidade:

“Aproveite ao máximo, estude de verdade, isso faz toda a diferença. A minha superação veio através dos estudos, isso foi muito importante para mim. É muito importante nós focarmos e não só olhar para as possibilidades que temos, mas lembrar que: olha, o que eu tenho hoje tem muitas pessoas que dariam tudo para estar no meu lugar”

Após a palestra, as festividades seguiram para os encerramentos. A subida da Vice-Reitora Irmã Zenilde ao palco trouxe não apenas os agradecimentos a moçambicana, como também um breve momento de reflexão e oração.

Por fim, foi realizada um sorteio de brindes para o público ali presente, onde cada um deveria observar em baixo da cadeira se havia ou não um vale-presente. A premiação foi patrocinada pela Valecap Pneus e Truco Center. O evento também contou com o apoio da Sicredi, Letras e Cia, Dalva Hair e Empório Macadâmia.

 

 

 

Notícia escrita como parte da cobertura jornalística experimental, editada pelos estudantes do 7º Período de Jornalismo: Larissa Donadão, Paulo Vitor, Halysson Simões e Celso Oliveira

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Traduzir
Abrir WhatsApp.
Precisa de ajuda? Clique aqui.
Olá!
Você tem dúvidas?
Clique em "Abrir WhatsApp" para te ajudamos
%d blogueiros gostam disto: