Menu fechado

BOLSAS INSTITUCIONAIS

O que são as Bolsas Institucionais?

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) visa apoiar a política de Iniciação Científica desenvolvida nas Instituições de Ensino e/ou Pesquisa, por meio da concessão de bolsas de Iniciação Científica (IC) a estudantes de graduação integrados na pesquisa científica. A cota de bolsas de (IC) é concedida diretamente às instituições, estas são responsáveis pela seleção dos projetos dos pesquisadores orientadores interessados em participar do Programa.
  • PIBIC
  • PIBITI
  • PIBIC-EM
  • PIBID
  • PIC
  • Sociedade Científica

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento – PIBIC - CNPq concedeu uma quota de 9 bolsas para o Centro Universitário Teresa D'Ávila, vigente no período de agosto de 2016 a julho de 2018 a ser distribuída ao corpo docente e discente altamente qualificado para o desenvolvimento e a ampliação das investigações cientificas na instituição.

Objetivos gerais do Programa PIBIC:

  • Despertar vocação científica e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação.
  • Contribuir para reduzir o tempo médio de titulação de mestres e doutores.
  • Propiciar à instituição um instrumento de formulação de política de iniciação à pesquisa para Alunos de graduação.
  • Estimular uma maior articulação entre a graduação e pós-graduação.
  • Contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa.
  • Contribuir de forma decisiva para reduzir o tempo médio de permanência dos Alunos na pós-graduação.
  • Estimular pesquisadores produtivos a envolverem Alunos de graduação nas atividades científica, tecnológica e artística-cultural.
  • Proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa.

 

PROJETOS DE PESQUISA – PIBIC

(Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica) 

2018/2019

Aluno: Maria Helena Queiroz

Professor: Profa. Dra. Bruna Caroline Marques Gonçalves

Título do Trabalho: Influência de fármacos antimicrobianos sobre a viabilidade celular da microalga Chlorella Minutíssima

.........................................................................

Aluno: Laís Lima Ribeiro

Professor: Prof. Dr. Bruno Guedes Fonseca

Título do Trabalho: Avaliação da capacidade de Cupriavidus Basilensis em metabolizar os principais compostos tóxicos presentes em hidrolisado hemicelulósico de palha de arroz

.........................................................................

Aluno: Thamires de Oliveira Martins

Professor: Profa. Dra. Claudia Lysia de Oliveira Araujo

Título do Trabalho: Análise ergonômica de postos de trabalho

.........................................................................

Aluno: Ana Júlia Eugênio Barros

Professor: Profa. Dra. Flávia Gabriela da Costa Rosa

Título do Trabalho: Diário de um ex-detento: imaginários sociais e reinserção social contemporânea

.........................................................................

Aluno: Carolina Matos de Araujo

Professor: Prof. Dr. José Wilson de Jesus Silva

Título do Trabalho: Design e tecnologia: desenvolvimento de joias a partir do nióbio e outros metais no Lab Design de Joias da faculdade

.........................................................................

Aluno: Thayná Carolina Oliveira

Professor: Prof. Dr. Luiz Antônio Feliciano

Título do Trabalho: Espaço e sustentabilidade: as transformações sócio-ambientais em torno da agricultura urbana

.........................................................................

Aluno: Vitoria Cristina de Andrade Martins

Professor: Profa. Dra. Maria Cristina Marcelino Bento

Título do Trabalho: Gamificação aplicada à extensão universitária: uma proposta por meio de framework

.........................................................................

Aluno: Brendon Willian Guedes Barbosa

Professor: Prof. Dr. Rosinei Batista Ribeiro

Título do Trabalho: Nanoarte: Diálogo reflexivo entre arte, ciência e tecnologia dos materiais

.........................................................................

Aluno: Juana Tannus Ferraz

Professor: Prof. Dr. Wellington de Oliveira

Título do Trabalho: Direitos humanos, valores e igualdade social: da diferença às alianças colaborativas

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento – PIBITI - CNPq concedeu uma quota de 2 bolsas para o Centro Universitário Teresa D'Ávila, vigente no período de agosto de 2016 a julho de 2018 a ser distribuída ao corpo docente e discente altamente qualificado para o desenvolvimento e a ampliação das investigações cientificas na instituição.

Objetivos:

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação – PIBITI tem por objetivo estimular os jovens do ensino superior nas atividades, metodologias, conhecimentos e práticas próprias ao desenvolvimento tecnológico e processos de inovação.

As bolsas de iniciação tecnológica - PIBITI serão concedidas por quotas às:

  • Instituições de ensino e/ou pesquisa (públicas, privadas, confessionais e comunitárias);
  • que atuam na área tecnológica e de inovação;
  • que mantêm comprovada interação com empresas e/ou com a comunidade;
  • cujos bolsistas devam participar de projetos vinculados a empresas e/ou organizações.

Objetivos gerais do Programa PIBITI:

  • Contribuir para a formação e inserção de estudantes em atividades de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação;
  • Contribuir para a formação de recursos humanos que se dedicarão ao fortalecimento da capacidade inovadora das empresas no País.
  • Contribuir para a formação do cidadão pleno, com condições de participar de forma criativa e empreendedora na sua comunidade.

 

PROJETOS DE PESQUISA – PIBITI – 2018/2019

Aluno: Ana Claudia Pereira de Aquino

Professor: Prof. Dr. Rosinei Batista Ribeiro

Título do Trabalho: Design e Inovação: Mapeamento e análise nas indústrias na Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte (SubRegião 3)

.........................................................................

Aluno: Caio Fernando da Silva

Professor: Prof. Dr. Rosinei Batista Ribeiro

Título do Trabalho: Gestão de Design: Desenvolvimento de um manual de procedimentos técnicos para ateliês de fabricação de artefatos cerâmicos

.........................................................................

Aluno: Thomas Vinícius da Motta Galvão

Professor: Prof. Dr. Rosinei Batista Ribeiro

Título do Trabalho: Design e TA: Desenvolvimento de Produtos e análise dos materiais centrados no usuários

.........................................................................

Aluno: Vânia da Silva Gonçalves

Professor: Prof. Dr. Rosinei Batista Ribeiro

Título do Trabalho: Estudo de tempos e métodos em uma empresa de lubrificantes e desengraxantes

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio do Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento – PIBIC-EM - CNPq concedeu uma quota de 18 bolsas para o Centro Universitário Teresa D'Ávila, vigente no período de fevereiro de 2016 a julho de 2018 a ser distribuída ao corpo docente e discente altamente qualificado para o desenvolvimento e a ampliação das investigações cientificas na instituição. O programa PIBIC-EM contempla parcerias com 3 escolas do Ensino Médio no município de Lorena/SP: Instituto Santa Teresa, E. E. Luiz de Castro Pinto e ETEC Pe. Carlos Leôncio da Silva (Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza)

A partir de experiências positivas com estudantes do Ensino Médio, em algumas instituições brasileiras, e do sucesso do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC na formação de profissionais e pesquisadores, o CNPq ampliou o programa para os estudantes de escolas públicas do Ensino Médio, criando, em 2003, a Iniciação Científica Júnior.

Com foco na criação de uma cultura científica, o PIBIC-EM é dirigido aos estudantes do ensino médio e profissional com a finalidade de contribuir para a formação de cidadãos plenos, conscientes e participativos; de despertar vocação científica e de incentivar talentos potenciais, mediante sua participação em atividades de educação científica e/ou tecnológica, orientadas por pesquisador qualificado de instituições de ensino superior ou institutos/centros de pesquisas ou institutos tecnológicos.

Objetivos gerais do Programa PIBIC-EM:

Fortalecer o processo de disseminação das informações e conhecimentos científicos e tecnológicos básicos, bem como desenvolver as atitudes, habilidades e valores necessários à educação científica e tecnológica dos estudantes do ensino médio.

Principais aspectos do programa:

O PIBIC-EM será operacionalizado pelas Instituições de Ensino e Pesquisa (Universidades), Institutos de Pesquisa e Institutos Tecnológicos (CEFETs e IFs) que tiverem PIBIC e/ou PIBITI para desenvolverem um PROGRAMA de educação científica que integre os estudantes das escolas de nível médio, públicas do ensino regular, escolas militares, escolas técnicas, ou escolas privadas de aplicação.

O PIBIC-EM deverá ser incorporado às atividades do PIBIC e do PIBITI da Instituição, no processo de seleção e de avaliação por comitês externos. As instituições que se enquadrarem nessas características poderão pleitear uma cota de bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio no âmbito do PIBIC-EM.


 

PROJETOS DE PESQUISA – PIBIC-EM – 2018/2019

Aluno: Maria Cecília Mota Marques

Professor: Profa. Me. Bianca Siqueira Martins Domingos

Título do Trabalho: Produção do Espaço Urbano: Estudo acerca de Processos de Gentrificação no município de Lorena/SP

Escola: Pe. Carlos Leôncio da Silva – ETEC

.........................................................................

Aluno: Aline Ferreira da Silva

Professor: Prof. Me. Mateus Afonso Gomes

Título do Trabalho: Lab. e prática experimental no ensino das ciências naturais

Escola: Pe. Carlos Leôncio da Silva – ETEC

.........................................................................

Aluno: Rafaela Victoria Pereira de Assis

Professor: Prof. Dr. José Wilson de Jesus Silva

Título do Trabalho: Aplicação de Polímeros no processo de confecção de Novos Materiais

Escola: Pe. Carlos Leôncio da Silva – ETEC

.........................................................................

Aluno: Daniele Cardoso de Mello e Oliveira

Professor: Prof. Me. Diego de Magalhães Barreto

Título do Trabalho: Novas Mídias: O olhar dos alunos do ensino médio no processo de comunicação institucional

Escola: Pe. Carlos Leôncio da Silva – ETEC

.........................................................................

Aluno: Mariana Andrade Espíndola

Professor: Prof. Dr. Rosinei Batista Ribeiro

Título do Trabalho: Design, Empreendedorismo e Inovação: A percepção dos alunos do EM

Escola: Pe. Carlos Leôncio da Silva – ETEC

.........................................................................

Aluno: Kely Neves dos Santos de Miranda

Professor: Prof. Dr. Rosinei Batista Ribeiro

Título do Trabalho: Design, Empreendedorismo e Inovação: A percepção dos alunos do EM diante dos novos materiais

Escola: Pe. Carlos Leôncio da Silva – ETEC

.........................................................................

Aluno: Davi Pereira da Silva

Professor: Profa. Me. Bianca Siqueira Martins Domingos

Título do Trabalho: Implantação de QR Codes em Edificações Históricas no Município de Lorena/SP

Escola: Professor Luiz de Castro Pinto

.........................................................................

Aluno: Raiane Bueno Silvino

Professor: Profa. Dra. Bruna Caroline Marques Gonçalves

Título do Trabalho: O ensino de química para os alunos do Ensino Médio

Escola: Professor Luiz de Castro Pinto

.........................................................................

Aluno: Débora Karine da Silva Santos

Professor: Prof. Dr. Luiz Antônio Feliciano

Título do Trabalho: Educomunicação: A utilização dos meios de comunicação para a difusão e popularização da ciência

Escola: Professor Luiz de Castro Pinto

.........................................................................

Aluno: Isabela Vitória de Jesus Azevedo

Professor: Profa. Dra. Maria Cristina Marcelino Bento

Título do Trabalho: Metodologias Ativas aplicado ao ensino e aprendizagem no Ensino Médio

Escola: Professor Luiz de Castro Pinto

.........................................................................

Aluno: Jones Maximo

Professor: Prof. Me. Paulo Marcelo Mota Nascimento

Título do Trabalho: Desenvolvimento de fármacos pela ótica do Ensino Médio

Escola: Professor Luiz de Castro Pinto

.........................................................................

Aluno: Ingrid Gonçalves Espindola

Professor: Prof. Dr. Marcílio Faria da Silva

Título do Trabalho: Metodologias ativas aplicada ao ensino de Matemática para os alunos do Ensino Médio

Escola: Professor Luiz de Castro Pinto

.........................................................................

Aluno: Chiara de Matos Domingos

Professor: Profa. Dra. Claudia Lysia de Oliveira Araujo

Título do Trabalho: Simulação da ONU: O olhar do Ensino Médio em relação aos parâmetros da saúde

Escola: Instituto Santa Teresa

.........................................................................

Aluno: Tiago Sampaio Leite

Professor: Prof. Dr. José Ricardo Flores Faria

Título do Trabalho: O olhar do Ensino Médio para as olimpíadas do conhecimento

Escola: Instituto Santa Teresa

.........................................................................

Aluno: André Luiz Filippini

Professor: Prof. Dr. Luiz Antônio Feliciano

Título do Trabalho: Educomunicação: A utilização dos meios de comunicação para processo de aprendizagem no Ensino Médio

Escola: Instituto Santa Teresa

.........................................................................

Aluno: Renan Giffoni dos Santos

Professor: Prof. Dr. Ricardo Mendonça Neves dos Santos

Título do Trabalho: Oficinas Tecnológicas nas perspectivas dos alunos do Ensino Médio

Escola: Instituto Santa Teresa

.........................................................................

Aluno: Maria Júlia de Oliveira Moura

Professor: Prof. Dr. Wellington de Oliveira

Título do Trabalho: Educação Financeira no Ensino Médio

Escola: Instituto Santa Teresa

.........................................................................

Aluno: Ana Laura dos Santos Carvalho

Professor: Prof. Dr. João Francisco Pereira Nunes Junqueira

Título do Trabalho: Projeto de Leitura: Um olhar dos alunos do Ensino Médio no ensino de literatura

Escola: Instituto Santa Teresa

Programa Institucional de
Bolsas de Iniciação à Docência

O Pibid é uma iniciativa para o aperfeiçoamento e a valorização da formação de Professores para a educação básica.

O programa concede bolsas a Alunos de licenciatura participantes de projetos de iniciação à docência desenvolvidos por Instituições de Educação Superior (IES) em parceria com escolas de educação básica da rede pública de ensino.

Os projetos devem promover a inserção dos estudantes no contexto das escolas públicas desde o início da sua formação acadêmica para que desenvolvam atividades didático-pedagógicas sob orientação de um docente da licenciatura e de um Professor da escola.

Objetivos:

  • Incentivar a formação de docentes em nível superior para a educação básica;
  • contribuir para a valorização do magistério;
  • elevar a qualidade da formação inicial de Professores nos cursos de licenciatura, promovendo a integração entre educação superior e educação básica;
  • inserir os licenciandos no cotidiano de escolas da rede pública de educação, proporcionando-lhes oportunidades de criação e participação em experiências metodológicas, tecnológicas e práticas docentes de caráter inovador e interdisciplinar que busquem a superação de problemas identificados no processo de ensino-aprendizagem;
  • incentivar escolas públicas de educação básica, mobilizando seus Professores como coformadores dos futuros docentes e tornando-as protagonistas nos processos de formação inicial para o magistério;
  • e contribuir para a articulação entre teoria e prática necessárias à formação dos docentes, elevando a qualidade das ações acadêmicas nos cursos de licenciatura.

O PIBID e o UNIFATEA:

O Projeto Pibid CAPES/UNIFATEA vem se constituindo de uma experiência ímpar de formação docente para a Educação Básica, a partir da imersão de Licenciandos de Biologia, Letras Português, Letras Inglês e Pedagogia. Os alunos das Licenciaturas que participaram do projeto somam 100, sendo que houve substituições de aproximadamente 30% dos bolsistas de Iniciação à docência, na maioria dos casos, pela contratação dos bolsistas como professores de Educação Básica em outra escola não parceira e que inviabilizou a carga horária mínima exigida para o projeto, somada aos formandos.

Foram desenvolvidas, nas Escolas parceiras, atividades facilitadoras para o ensino-aprendizagem de conteúdos da sequência didática de cada uma das disciplinas pertinentes ao projeto, dentre estas atividades destacam-se o uso de mídias para o ensino de Português, as atividades lúdicas, oficinas de leitura e escrita e de ensino de ciências para o Fundamental I e o desenvolvimento de jogos pedagógicos para o ensino de Biologia, os quais estão passando por um tratamento em seu Design e serão depositados nos espaços pedagógicos das Escolas parceiras. O Programa PIBID está inserido como metodologia ativa do Instituto Superior de Educação da IES que mobiliza, não somente a formação dos licenciandos não Pibidianos, mas também os Docentes da IES, que são convidados a participar das atividades nas Escolas Parceiras e a contribuírem com as atividades de formação dos alunos da IES e de seus pares. O Evento destaque ficou por conta do I Seminário Salesiano PIBID, que reuniu as IES Salesianas Centro Universitário Teresa D´Avila – UNIFATEA e o Centro Universitário Salesiano de São Paulo – Unisal. Outro destaque foi a continuidade das relações estreitadas com o PIBID 2012/13 com a Harward University, agora com o envolvimento do LASPAU - Academic and Professional Programs for the Americas, trocando metodologias ativas de ensino, pesquisa e extensão.


Contato:

E-mail: pssena@gmail.com 

Telefone: + 55 (12) 2124-2853

Projeto de Iniciação Científica da UNIFATEA

PROJETOS DE PESQUISA – PIC

(Programa Institucional de Iniciação Científica) – 2016/2018

Professor: Dr. Luiz Antônio Feliciano

Aluno: Thayná Carolina Oliveira Loureto de Castro

Instituição/Curso: UNIFATEA - COMUNICAÇÃO SOCIAL

Título do trabalho: Juventude e experiência: as identidades a partir das narrativas fotográficas

Sociedade Científica

ADP - Associação dos Designers de Produto 

A ADP é uma sociedade civil sem fins lucrativos, de caráter cultural e de âmbito nacional que tem o objetivo de aproximar os profissionais, estudantes, instituições e empresas atuantes na área com a finalidade de desenvolver, promover, divulgar, regulamentar e apoiar a atividade do design no Brasil.

SBPC - Sociedade Brasileira para o Progresso Científico

Atividades para jovens durante a reunião anual da SBPC.

A quem se destina?

Estudantes do Ensino Básico e Técnico.
SBPC Jovem na 63ª. Reunião da SBPC

ADG - Associação dos Designers Gráficos (ADG Brasil)

A Bienal Brasileira de Design Gráfico. Seu legado é proporcional ao desafio de mantê­-lo. A organização da 10ª Bienal Brasileira de Design Gráfico durante o primeiro semestre de 2013 buscou compensar a não realização da mostra em 2011. O intervalo de produção dos projetos a serem inscritos foi ampliado de dois para quatro anos, o que resultou na maior edição da Bienal já realizada em número de jurados (89) e trabalhos selecionados (444).

SBPMAT - Sociedade Brasileira de Pesquisa em Materiais (SBPMat) 

Este evento procura aproximar pesquisadores em Ciência e Engenharia de Materiais do Brasil e do Exterior. Ao propor cruzamentos multi, inter e transdisciplinares na pesquisa em materiais, os encontros da SBPMat procuram integrar o desenvolvimento científico a inovações e aplicações tecnológicas em materiais, biomateriais, processos e dispositivos.

ABEPRO - Associação Brasileira de Engenharia de Produção

A ABEPRO é a instituição representativa de docentes, discentes e profissionais de Engenharia de Produção. A associação atua há mais de 20 anos assumindo as funções: de esclarecer o papel do Engenheiro de Produção na sociedade e em seu mercado de atuação, ser interlocutor junto às instituições governamentais relacionadas à organização e avaliação de cursos (MEC e INEP) e de fomento (CAPES, CNPq , FINEP e órgãos de apoio à pesquisa estaduais), assim como em organizações privadas, junto ao CREA , CONFEA, SBPC, ABENGE e outras organizações não governamentais que tratam a pesquisa, o ensino e a extensão da engenharia.

ABAL - Associação brasileira do alumínio

A ABAL congrega empresas associadas que representam 100% dos produtores de alumínio primário, fazendo parte também as transformadoras de alumínio - que representam cerca de 80% do consumo doméstico brasileiro –, consumidoras de produtos de alumínio, fornecedores de insumos, prestadores de serviços e comerciantes. 

ABPol - Associação Brasileira de Polímeros

A Associação Brasileira de Polímeros – ABPol é uma sociedade civil, de âmbito nacional e sem fins lucrativos. Criada em setembro de 1988, atua junto a empresas e instituições de ensino e pesquisa, e tem por finalidade viabilizar a geração de competência para o desenvolvimento na área dos materiais poliméricos. 

ABM - Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração

Pioneira, a Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração nasceu nos anos 40, acompanhando o início do processo brasileiro de industrialização.
Agindo sobretudo no âmbito do intercâmbio do conhecimento técnico-científico, voltado à permanente busca do aperfeiçoamento dos profissionais dedicados ao desenvolvimento das áreas da metalurgia e dos materiais, a ABM tem atingido seus objetivos e reúne mais de 5.000 Associados 

CONTATO / CONTACT / CONTACTOS

  • +55 (12) 2124-2850
  • De segunda à sexta-feira, das 09h30 às 18h From Monday to Friday, from 09:30 a.m. to 6:00 p.m. De lunes a viernes, de las 9h30 a las 18h
  • rel.institucionais@fatea.br