Menu fechado
Núcleo de Inovação Tecnológica UNIFATEA

Localizado no Vale do Paraíba na cidade de Lorena, o Centro Universitário Teresa D’Ávila (UNIFATEA) recebe alunos de várias regiões como Sul de Minas, Sul Fluminense e Litoral Norte e tem nos alunos formados o maior exemplo de qualidade do seu ensino: profissionais em cargos estratégicos na educação e em empresas da região, do Brasil e de vários países do Mundo.

O UNIFATEA faz parte de um grupo de escolas salesianas das Filhas de Maria Auxiliadora, atuando com o objetivo de se fazer presente perante a juventude do Vale do Paraíba, buscando conviver com a rica diversidade sociocultural e religiosa, à luz das orientações de princípios cristãos e educativos do sistema preventivo de Dom Bosco e de Madre Mazzarello que tanto se dedicaram aos jovens de sua época. Neste cenário, o UNIFATEA se declara uma instituição católica, espaço de educação integral da pessoa humana, com identidade cristã e cultural, cuja missão é o incentivo à solidariedade educativa, ao ecumênico, baseada em três princípios fundamentais: razão, religião e afetividade.

O Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) UNIFATEA é o órgão responsável pela gestão da política de inovação da Instituição. Estruturalmente, o Núcleo de Inovação Tecnológica faz parte da estrutura organizacional da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão (PRPPGEXT) do UNIFATEA.

O Núcleo de Inovação Tecnológica é a unidade responsável por assessorar as instâncias superiores do UNIFATEA na tomada de decisões sobre a política de inovação da Instituição.

Resolução Reitoria Nº 02 de 07 de Maio de 2019 – Aprova as diretrizes da Política Institucional de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia no âmbito do Centro Universitário Teresa D’Ávila – UNIFATEA.

Resolução Reitoria Nº 03 de 07 de Maio de 2019 – Aprova o Regulamento das normas de funcionamento do Núcleo de Inovação Tecnológica – NIT – do Centro Universitário Teresa D’Ávila – UNIFATEA.

Quais são as atribuições do NIT UNIFATEA?

Subsidiar, apoiar e implantar a PRPPGEXT na definição da política institucional de estímulo à proteção das criações, licenciamento, inovação e outras formas de transferência de tecnologia

Difundir a cultura da inovação e empreendedorismo no âmbito do UNIFATEA, incluindo a promoção da proteção da inovação científica e tecnológica

Assessorar a administração superior do UNIFATEA na elaboração e execução das políticas e estratégias institucionais na área de inovação, empreendedorismo, propriedade intelectual e transferência de tecnologia

Estimular o alinhamento das competências internas do UNIFATEA às demandas da sociedade e do mercado, de forma a contribuir para o desenvolvimento social, econômico e cultural do País

Coordenar a elaboração de portfólios de competências e tecnologias existentes no UNIFATEA, focados no mercado atual e potencial, alinhando oportunidades, estratégias de marketing e negociação

Apoiar a elaboração e desenvolvimento de planos de negócios relacionados às tecnologias, produtos e serviços, gerados no âmbito das atividades de inovação do UNIFATEA

Estimular a criação de empresas spin-off no âmbito da UCB, a partir dos grupos e resultados de pesquisa

Inserir o UNIFATEA no âmbito dos sistemas de inovação, representando-a junto às entidades regionais e nacionais, redes e colegiados com atuação na área de inovação, empreendedorismo e propriedade intelectual

Gerir os pedidos de proteção intelectual e a manutenção dos títulos de propriedade intelectual da instituição

Opinar quanto à conveniência de divulgação das criações desenvolvidas na instituição passíveis de proteção intelectual

Nossas atividades

  • Realizar a elaboração de termos de sigilo, contratos, acordos ou convênios de desenvolvimento tecnológico e de transferência de tecnologia a serem firmados entre o UNIFATEA e instituições públicas ou privadas, junto com a Procuradoria Jurídica do UNIFATEA;
  • Fazer a gestão e acompanhamento dos contratos, acordos ou convênios assinados, junto com a Procuradoria Jurídica do UNIFATEA.
  • Realizar levantamentos junto aos grupos de pesquisa do UNIFATEA para verificar a existência de resultados passíveis de proteção;
  • Realizar buscas de anterioridade para subsidiar a elaboração de pedidos de patentes;
  • Emitir pareceres de patenteabilidade sobre os ativos de propriedade intelectual;
  • Orientar e apoiar os autores/inventores da Instituição e/ou independentes (da incubadora) na elaboração dos pedidos de proteção dos ativos de propriedade intelectual, entre elas patentes, processos, registros de softwares, cultivares etc.;
  • Acompanhar o trâmite interno no UNIFATEA e o trâmite externo dos pedidos e a manutenção dos títulos de propriedade intelectual da Instituição junto aos órgãos competentes;
  • Identificar consultores técnicos, internos ou externos ao UNIFATEA, para apoiar os processos de proteção de propriedade intelectual em andamento no NIT UNIFATEA;
  • Apoiar eventos e cursos de capacitação na área de propriedade intelectual.
  • Mapear o portfólio de tecnologias e competências do UNIFATEA, seu potencial de mercado, e divulgá-los, visando à transferência das tecnologias identificadas;
  • Prospectar e desenvolver parcerias externas para o desenvolvimento e exploração comercial de novos produtos e serviços, a partir da transferência de tecnologias geradas no âmbito do UNIFATEA;
  • Identificar demandas externas de desenvolvimento tecnológico e encaminhar para os devidos grupos de pesquisadores do UNIFATEA que atuam na respectiva área;
  • Analisar, quanto à viabilidade comercial e econômica, os pedidos de proteção de ativos de propriedade intelectual;
  • Viabilizar a negociação das licenças para a exploração dos ativos de propriedade intelectual do UNIFATEA;
  • Identificar consultores técnicos, internos ou externos ao UNIFATEA, para emitir pareceres e subsidiar ações de transferência de tecnologia em andamento no NIT UNIFATEA.

Entenda as diferenças

Marca

Para ter exclusividade sobre o nome de um serviço ou produto, ou ainda um logotipo que o identifique, você precisa registrar uma marca.

Patente

Se você inventou uma nova tecnologia, seja para produto ou processo, pode buscar o direito a uma patente.

Desenho Industrial

O registro de Desenho Industrial protege os aspectos ornamentais de um objeto.

Indicação Geográfica

Usado para identificar a origem de um determinado produto ou serviço, quando o local tenha se tornado conhecido.

Direitos de autor

Os direitos de autor protegem os autores (escritores, artistas, compositores musicais etc.) em relação às obras por eles criadas.

Programa de computador

Se você desenvolveu um programa de computador ou sua versão mais atualizada, é possível solicitar o registro ao INPI.

Topografia de Circuito Integrado

Imagens relacionadas que represente a configuração tridimensional das camadas que compõem um circuito integrado.

Transferência de tecnologia

Contratos que envolvam licenciamento de direitos de propriedade industrial fornecimento de tecnologia.

Cultivares

Cultivar é uma nova variedade de planta com características específicas resultantes de intervenção humana.

Como proteger a sua pesquisa

A proteção do conhecimento gerado no decorrer de uma pesquisa científica deve ser fonte de preocupação constante dos pesquisadores, afinal, em boa parte das pesquisas são gerados ativos de propriedade intelectual (direitos de autor, patentes, cultivares etc.) como resultado do trabalho acadêmico. Nesse sentido, o pesquisador deve estar especialmente atento em três momentos. Antes dessas três fases, o pesquisador, por meio de entrevista junto ao NIT UNIFATEA, deve verificar se os frutos de sua pesquisa são passíveis de proteção e/ou transferência de tecnologia. Pontos de atenção prévia à proteção do conhecimento:

  • Publicação – através de artigos científicos ou quaisquer outros meios;
  • Apresentação de Trabalho;
  • Defesa de Dissertação/Tese.

Se o pesquisador foi acompanhado pelo Núcleo de Inovação Tecnológica desde o início da sua pesquisa, a proteção e/ou transferência da tecnologia advinda deste trabalho será uma consequência natural dessa interação entre a pesquisa e o NIT UNIFATEA. Caso a pesquisa ou trabalho tenha escapado aos levantamentos e mapeamentos realizados pelo Núcleo, é imprescindível que o pesquisador faça uma solicitação de avaliação formal da tecnologia ou conhecimento gerado.

Sejam os resultados do trabalho de pesquisa passíveis de proteção ou não, transferíveis ou não, é fundamental que todos os participantes da pesquisa em andamento assinem o TERMO DE SIGILO E CONFIDENCIALIDADE, o qual deve ser arquivado juntamente com os demais documentos referentes ao trabalho para garantir segurança jurídica ao processo.

Links úteis

Instituto Nacional da Propriedade Industrial
Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

  • (12) 2124-2853
  • nit@fatea.br